Diário de Aventuras

Relatos e dicas de viagens ao redor do Mundo

Estamos participando do Prêmio iBest 2008

Estamos participando do Prêmio Ibest 2008, destavez em duas categorias em uma disputadíssima votação que envolve osmelhores sites do país.

Neste ano, estamos concorrendo nas categorias Turismo e Esporte ambos com muitos sites interessantes, porém contamos com a fidelidadede nossos usuários cadastrados no site, além dos milhares de visitantesdiários para superar mais uma vez a votação e ser o melhor entre osmelhores.

O processo de votação é muito mais simples, bem menos burocrático quedos anos passados, portanto, não há desculpas para não votar. ;)Abaixo, um pequeno passo-a-passo para ajudar quem tiver alguma dúvida.

Segue um tutorialzinho básico:

1 – Primeiramente clique no link: http://www.premioibest.com.br/ibest/busca.action?query=trilhas+e+aventuras
2 – Depois, na janela que abrir, clique em ‘Não sou cadastrado‘ (ou se for cadastrado, é so pular pro passo 7);
3 – Preencha seu nome e seu e-mail (apenas esses campos, é bem rápido);
4 – Você receberá um e-mail de confirmação da inscrição, pedindo pra você clicar no link para ativar sua inscrição;
5 – Após isso, você receberá por mail uma senha de acesso ao site;
6 – Clique no link http://www.premioibest.com.br/ibest/busca.action?query=trilhas+e+aventuras, novamente;
7 – No topo da página, entre com seu login e senha (enviados para seu e-mail)
8 – Clique no botão VOTAR
9 – Digite os caracteres
10 – Clique no segundo botão VOTAR (para votar na segunda categoria)
11 – Digite os caracteres

Conto com o apoio de vocês!!!
Espalhem pros amigos, peçam votos pra vovó, pros priminhos, ahhahaha 😛

Abs e Bjs em todos.

Pico Agudo, São Gerônimo – PR

Estive no domingo passado no Pico Agudo em São Jeronimo da Serra-Pr.(norte pioneiro). è um dos lugares mais lindos do Paraná. É um sertão imenso cercado de serras e morros, com muita floresta, ar puro e rios e cachoeiras. Quem gosta de aventura deve conhecer. Caminhamos por cerca de 7 horas e vimos o tempo todo cenários maravilhosos. Dignos de um filme.

Neste ultimo domingo (24/06/07), eu, meu irmão Paulo Ademir Farina e meu sobrinho Paulo Augusto Farina, conquistamos o Pico Agudo. Ele é lindo e maravilhoso. a paisagem em volta, o vento, é inesquecível. Assinamos o Diário deixado lá pelo Andrey. Quem quiser subir é bom antes pegar a trilha com o caseiro da fazenda. A casa fica logo em baixo no sopé da serra. Na nossa primeiro tentativa nos perdemos no meio da floresta, onde tinha muita samanbaia gigante e muitas pedras, com perigo de sermos picados por cobras. Agora que descobrimos a trilha certa (é só seguir a cerca de arame farpado), e continuar andando reto depois. Chegando na base do pico sobe-se um pedaço depois vira à direita, prosseguindo até o cume. depois é só adrenalina. Viva o Pico Agudo.

O Pico Agudo fica entre os Municípios de Sapopema e São Jeronimo da Serra. Vindo de Londrina, vc passa primeiro em Sâo Jeronimo. Após passar a cidade de São Jeronimo vc entra à direita em direção ao Bairro Rural “Lambari”. Depois sempre à direita até a fazenda onde o Carlinhos é administrador. Entrando na Fazenda do Carlinhos siga sempre em frente até encontrar um grande Curral de gado. Se vc tiver veículo 4 x 4 contorne o Curral e continue na estrada por mais 4 km até a casa do Sr. Jovercino e dona Tereza, que moram no sopé ou pé do Pico Agudo. Olhando da casa do Sr. Jovercino a trilha ideal para chegar ao cume é a que segue em linha reta passando ao lado de um cerca de arame farpado. Qualquer outra direção só com foices e facões. Tem muita samambaia gigante, cipó, arranha gato e capim colonião. Apesar do lugar estar dentro de um imenso sertão, lugar de florestas e muitas pedras não encontramos nenhum bicho ou cobras. Encontrado o Sr. JOvercino e dona Tereza mandem a eles um abraço dos 3 malucos de Rolândia-Pr. Eles nos ofereceram vinho e um café delicioso.

Além do mistério, da beleza e da adrenalina que o Pico Agudo representa, podemos afirmar com segurança que toda a paisagem da região nos remete a sonhar e pensar como viveram os nossos pioneiros e sertanistas. A região do pico é todinha cercada de morros, serras, paredões, florestas, campos, ar extremamente puro além do imponente Rio Tigabi que passa com forte correnteza entre dois lugares exuberantes: O Pico Agudo e o já apelidado Chapadão do Tigagi. Os moradores do local, gente simples e trabalhadora, recebem a todos com muita educação e hospitalidade. São verdadeiros sertanistas. Vivem longe de todo o conforto mas têm os que poucos podem sonhar: ar puro, muita terra, muito verde, muita fartura de alimentos naturais, contato com a natureza e um coração puro, sem nenhuma vaidade do mundo moderno. Por tudo isso, e por muita mais que cada um poderá perceber, pelo menos em um dia da vida as pessoas deveriam passear pelas estradas da região e subir o pico, ou pelo menos contemplá-lo, lindo e imponente, talvez o marco mais lindo do norte do Paraná. Viva o Pico Agudo! Viva a região de Sapopena e São Jeronimo da Serra!

CHAPADÃO DO TIBAGI

Ali, bem ao lado do Pico Agudo, podemos contemplar o já apelidado “Chapadão do tibagi”. O chapadão fica bem ao lado do Rio Tibagi. É um imenso maciço rochoso, enorme, imponente, tem muitos quilometros. Foi desenhado por Deus para ficar ali, ao lado do Pico, e os dois juntos, serem marcos gigantescos de Sua obra. É de fato inspiração para uma grandessíssima pintura. Só que nenhuma pintura poderá retratar o som das águas do Tibagi e o vento perfumado enchendo os nossos corações de paz e vontade de gritar bem alto: ISSO AQUI É MUITO LINDO DEUS!

Autor: José Farina.
E-mail: josecarlosfarina@yahoo.com.br
Cidade/UF: Bartira – PR

Ilha de Boipeba na Casa de Manuel – Bahia

A casa do Manuel na vila é daquelas casas que vale a pena ficar para ter experiências que só batem à porta da nossa vida de vez em quando.

A primeira vez que fui a Boipeba, era inverno, chovia a potes e não havia vivalma na rua, mesmo assim subi a rua das pedras e ao ouvir a musica que saia de uma daquelas casinhas de pescador fui surpreendido pelo Manuel, de charuto na boca e um sorriso europeu que me recolheu de toda aquela chuva. Continue lendo »

Uma overdose de paisagens!

Sábado – 26 de maio de 2007

Vejam como são as coisas: conheci a Ingrid numa rodoviária em Santa Catarina. Me aproximei quando ouvi uma conversa – dela com uma amiga e outro cara – sobre a estrada de ferro Paranaguá-Curitiba – escrevi um livro sobre uma viagem que fiz por esta região… Conversamos um pouco até a hora do ônibus e trocamos e-mails. Ela embarcou para Santa Maria e eu também – mas noutro ônibus. Continue lendo »

Rapel na Pedra da Tartaruga – Guaratiba, RJ

Em março de 2004 fui para Barra de Guaratiba rapelar, primeiro enfrentamos 1 hora de caminhada fácil a moderada, com uma vista maravilhosa todo tempo, tanto para as praias quanto para o mato, tudo era belo demais, não sabia que era assim. Por incrível que pareça não tive piores momentos, a não ser na ponta da pedra, início da descida, isso dá medo em qualquer um! Continue lendo »

Um relato do Ecomotion Pro 2007

Antes de qualquer coisa gostaria de agradecer a torcida de todos amigos e parceiros que acreditaram na nossa equipe.

Bem, infelizmente não foi dessa vez. Aconteceram varias coisas erradas com a organização da prova e varias coisas com a equipe tb.

Inicialmente a organização não tinha a autorização do local da largada que deveria acontecer inicialmente às 17:00 depois as 19:00 e depois de muita confusão na Urca largamos 21:00 dentro do Forte. Com isso, tivemos que fazer ajuste no mapa 3 vezes, já plastificado, para não ocorrer erros de navegação, pois o remo era longo e poderia gerar uma diferença significativa. Continue lendo »

Serra da Mantiqueira! Sempre vale a pena!

Gonçalves tem uma energia muito boa! Uma cidadezinha que tem um paraiso natural! Aquele friozinho na Serra da Mantiqueira, lareira, um vinho, era tudo que precisávamos!

Meu marido e eu fomos passar 5 dias em julho lá de férias!

Foi o máximo, clima super romântico, comemos em ótimos restaurantes, fomos às cachoeiras, e fizemos as trilhas até as Pedras do Forno, Chanfrada (que tem 1650 metros de altura) e São Domingos. Todas valem a pena!

Continue lendo »